Brad Heaton e suas experiências com twenty one pilots

Brad Heaton, fotógrafo da Emotional Roadshow, falou um pouco sobre como foi conhecer twenty one pilots, seus trabalhos anteriores e sua experiência ao trabalhar junto com a equipe oficial na primeira turnê de arena da banda. Confira:

“No primeiro show [do twenty one pilots] que fui em 2011, eu vi essa banda colocar uma bateria numa plateia de 30 pessoas e fazer um show insano. Num certo momento, Tyler olhou para o público, pressionou algumas teclas em seu piano, e disse ‘Eu acredito…’ Ele pausou por alguns segundos, ‘em mim mesmo’. Eu senti algo especial ao ouvir aquelas palavras e sabia com certeza que eles iriam dominar a indústria musical.” – via 614columbus.com / março 2017

Tradução: Laura Trigo
Revisão: Kaline Linhares

Trechos da entrevista para True Timbre de março de 2016:

Aquela foto aérea do Josh Dun tocando em cima do público se tornou uma verdadeira assinatura, e é 1000% minha foto de shows favorita. Por que você acha que aquela foto em particular ficou tão famosa?

Obrigado! É uma das minhas favoritas também. Acho que aquela foto ganhou muita atenção simplesmente porque a ilha de bateria do Josh é icônica sozinha, todo mundo gosta de ver Josh e a bateria, mas na época a escala e a perspectiva da fotografia não eram notadas. Eu subi correndo 15 lances de escada até uma plataforma trêmula para conseguir essa foto desse ponto de vista privilegiado, eu tinha planejado isso por semanas porque nunca tinha visto nada parecido antes. Eu gosto de olhar para fotógrafos lendários ao longo das décadas, não só fotografia musical, e acrescentar um pouco dessas ideias em uma foto. Tem uma foto épica do Muhammad Ali visto de cima tirada pelo Neil Leifer, e foi aí que a ideia de tentar capturar algo parecido veio até mim.

Foto: Brad Heaton / www.bradheaton.net

Você vendeu algumas cópias das suas fotos na loja oficial do twenty one pilots, e a reação dos fãs foi muito boa, como é ver esse tipo de resposta pras suas fotos?
É sempre de aquecer o coração. Isso me leva de volta aos dias em que eu postava minhas fotos no Flickr, ganhava 10 curtidas e ficava super feliz. Como se tudo valesse a pena se meu trabalho está sendo visto. Seja 100 ou 100 mil, ter seu trabalho reconhecido é um dos melhores sentimentos.

Você vai entrar em turnê com o twenty one pilots esse ano – como isso aconteceu e como você se sente sobre isso?
Meu amigo Mark Eshleman tem me mimado com oportunidades. Nós nos conhecemos quando eu fotografei o TØP em Columbus em 2012 depois de falar com Tyler Joseph sobre fotografar o show inteiro pela primeira vez. Aquelas fotos eram bem ruins. Por sorte, trabalhei com a revista Substream em janeiro de 2013 para fotografar sua primeira capa de revista. Ocasionalmente, eu fotografava um show em Indianopolis, Cleveland, e Mark continuava me dando mais e mais oportunidades. Depois de um show em 2014, Mark disse “Quando começarmos a trabalhar em arenas, queremos levar você conosco”. Eu esperava pacientemente por anúncios de turnês com o resto do Clique. Em março desse ano, Mark me ligou e meu coração acelerou. Finalmente estava acontecendo. Estou muito animado com isso. Trabalhar ao lado de Mark, Tyler e Josh sempre me fornece o melhor material. Eu amo fotografá-los porque antes de todos os shows me sinto tão nervoso quanto na primeira vez que os fotografei, mas, de alguma forma jeito, as fotos ficam cada vez melhores.


AMA no Reddit em dezembro de 2016:

Como ser notado o suficiente para acabar em turnê com uma banda como essa?
O único motivo de eu ter sido notado por essa banda é porque eu fui persistente, sempre oferecendo serviços e acompanhando eles.

Eu queria saber se você pode falar do processo para tirar essa foto:

Foto: Brad Heaton / www.bradheaton.net

Timing. Captar a iluminação com um certo flash durante o começo de Lane Boy antes do Tyler ir até o microfone enquanto ele segurava seu kimono para cima. Antes disso, é completamente preto. A parede de LED ficou acesa por um breve segundo me permitindo registrar isso junto com uma camada de neblina atrás do Tyler.

Música favorita do twenty one pilots?
Time To Say Goodbye.

Qual o destaque pessoal da turnê Emotional Roadshow para você?
Meu destaque pessoal tem sido apenas poder conhecer os artistas num nível pessoal e explorar lugares que eu nunca tinha visto. Eu gastava algumas horas por dia durante nossa última visita a Europa andando pelas cidades e admirando tudo. Vindo de uma pequena cidade em Ohio, ver o mundo é algo que eu sempre quis fazer.

Quem é o seu artista favorito para fotografar, ao vivo ou não?
twenty one pilots. Tanto movimento e energia, tantas interações com o público. Depois deles, eu provavelmente diria Childish Gambino.

Você tem uma foto favorita tirada durante a turnê com o twenty one pilots?
Provavelmente mês passado em Varsóvia, Polônia.

Foto: Brad Heaton / www.bradheaton.net

Qual sua foto favorita de todas que você já tirou?
Eu diria minha primeira rodada de fotos com twenty one pilots no The Egyptian Room, em Indianópolis. Um pequeno porão com capacidade para 800 pessoas, palco pequeno, dois caras, as fotos me deram bastante confiança em um momento em que eu precisava.

Quando foi que você finalmente percebeu que podia largar seu trabalho e se dedicar à fotografia em tempo integral?
[…] Quando eu recebi uma ligação do diretor criativo do TØP em janeiro desse ano me pedindo para ir com eles em sua turnê mundial.

Você se lembra do primeiro show no qual tirou fotos para o twenty one pilots? Você era um fã antes disso?
Foi em seu primeiro show fechado no LC Pavilion em, mais ou menos, 2012. Foi na época da gravação do clipe de Car Radio. Eu sempre fui fã da banda desde que os vi pela primeira vez em 2011.

Eles te dão dicas sobre as estratégias no palco para que você esteja sempre em posição ou você tem que simplesmente se virar?
Seus shows são BEM consistentes de cidade para cidade. Tirando um discurso aqui ou ali entre as músicas, tem pouca diferença entre os shows. As acrobacias como o “truque de mágica” em Hometown, a ilha de bateria do Josh durante Ride, o backflip em Holding On To You, a bola de hamster etc. é o mesmo em todos os shows.

Você tem alguma ideia no calor do momento enquanto fotografa shows? Ou você planeja tudo?
Qualquer ideia que eu tenha eu gosto de planejar antes dos shows. Pelo menos algumas horas antes. Fora isso, estou sempre procurando por um ângulo novo. Qualquer coisa que pode acontecer com a banda, como uma borboleta voar no piano do Tyler, que se eu perder, vou me arrepender para sempre.


Acompanhe-nos também nas redes sociais:

• Facebook: facebook.com/mutantkidsbr
• Twitter: twitter.com/mutantkidsbr
• Instagram: instagram.com/mutantkidsbrasil
• Canal no YouTube: youtube.com/c/mutantkidsbrasil
• Galeria de fotos: mutantkids.com.br/galeria
• Grupo de fãs no Facebook: facebook.com/groups/mutantkidsbrasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *