twenty one pilots e a Semana Nacional de Prevenção do Suicídio

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em 2015

Problemas psicológicos como depressão e ansiedade ainda são um tabu na nossa sociedade, e escondemos as taxas de suicídio na mídia porque temos medo de que ela estimule uma onda negativa na população. Mas, afinal, e quem já está enfrentando essa batalha? Por que não fazemos mais por essas pessoas?

O mês de setembro marca as datas oficiais de conscientização e prevenção do suicídio ao redor do mundo. Alguns países optam por terem períodos específicos para suas semanas de prevenção, mas o dia 10 é o Dia de Prevenção Mundial do Suicídio.

Como fãs de twenty one pilots, muitos de nós reconhecemos a batalha de Tyler ao ouvir as músicas da banda. O último álbum, Blurryface, foi o clímax da história. Tyler nos convidou a reunir os nossos problemas em um único ponto, um único inimigo, e enfrentá-los cara a cara. Não como individuais, mas como um grupo que funciona como um só. Seja ouvindo uma música deles em uma noite solitária, ou abraçando sua família ou amigos, você nunca está realmente só. Como ele diz desde a época do primeiro álbum, em Isle Of Flightless Birds, “é hora de você decidir pelo que lutar, e prometo que essa também será minha batalha”.

A banda foi destaque em um artigo escrito por Emma Hoskins e publicado no site The Odyssey. Ela ressaltou como o trabalho deles têm sido fundamental na luta contra a depressão e o suicídio.

“Uma Reflexão

por Emma Hoskins em 15 de setembro de 2015

Contando só nos Estados Unidos, uma pessoa se suicida a cada 13 minutos e o que estamos fazendo quanto a isso? Nós tiramos uma semana do ano pra reconhecer isso.
Uma semana não é suficiente para criar consciência sobre a prevenção do suicídio. Então por que não nos conscientizamos 365 dias por ano ao invés de 7?
Dois homens que compõem um grupo musical estão não só tentando mudar a visão das pessoas sobre depressão, mas criar uma comunidade e mostrar que ninguém que enfrenta a depressão está sozinho. Foi dito a eles que eles salvaram vidas, deram forças, ensinaram a todos nós a continuar vivos.

Você pode estar perguntando “quem são esses homens?”
Nada mais que twenty one pilots.

Não é necessariamente um nome familiar, mas suas músicas criam mais do que somente entretenimento, elas criam esperança. Como Tyler Joseph, o vocalista do twenty one pilots, nos diz; humanos lutam o tempo todo quando se trata de propósito, tentando descobrir qual é o propósito deles, o que é o propósito em si, qual é o sentido? Todo mundo deveria criar algo com um objetivo, que sirva como um encorajamento para si mesmos. Se permitir criar algo que tenha significado porque eles fizeram ter significado pra eles. Quando você está em um quarto sozinho tentando decidir se quer continuar vivo, você pode dizer pra si mesmo, “Eu provavelmente deveria ficar vivo porque eu sou o único que sabe o significado daquilo.”
Não estou dizendo que a Semana Nacional da Prevenção do Suicídio seja um desperdício, mas há centenas de coisas nesse mundo que merecem mais que um mês, uma semana, ou uma fita colorida para reconhecer sua existência. Existem grupos de pessoas que estão fazendo grande impacto todos os dias. Eles não possuem nenhuma agenda; eles só possuem uma mensagem que precisa ser passada adiante.
A comunidade, ou como twenty one pilots chama “Clique”, promove essas ideias diariamente. Se o toque de seu celular é uma música deles, se você ouve “Car Radio” no rádio de seu carro, ou se uma música deles não sai de sua cabeça… As mensagens deles nos rodeiam todos os dias.
Depressão não deve ser algo temido por nós, deve ser algo para abraçar. Então se você precisa se sentar em silêncio (letra da música de Car Radio) de vez em quando, de um ombro amigo, ou alguém para conversar, ainda há esperança. Existem pessoas em todo lugar dispostas a ajudar, não só durante essa semana, mas 24/7. twenty one pilots não são as únicas pessoas fazendo a diferença nesse assunto, existe ajuda caso seja urgente, como uma ligação para uma organização voluntária, ou dar play para ouvir algumas das músicas deles. Há esperança.”

Aos poucos, estamos mudando a sociedade para que esses problemas recebam a atenção que merecem para que possam ser enfrentados de forma correta. No Brasil, o órgão responsável pela conscientização é o Centro de Valorização da Vida, o CVV.

O telefone de apoio emocional é 141. Basta discar e você entrará em contato com um voluntário do CVV.

Caso prefira contato por meio da internet, o site oficial oferece a opção de chat online e email. Visite http://www.cvv.org.br/ para mais informações.

Se quiser conversar com outros fãs, temos um grupo no Facebook e um grupo no Whatsapp. Se tiver interesse em participar, fale conosco pelo grupo ou mande uma mensagem na nossa página oficial.

Busque ajuda, você não é o seu único amigo.

Stay alive.

|-/

 

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: