twenty one pilots ganha seu primeiro Grammy

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em 2017

Josh e Tyler subiram ao palco do Grammy Awards no Staples Center como prometeram: só de cueca. A dupla recebeu o prêmio com Stressed Out.

por Matheus Lopes

Fotos na Galeria
Grammy Awards :: Warner Grammy Celebration

A 59ª edição do Grammy Awards aconteceu no dia 12 de fevereiro no Staples Center, na Califórnia. Como já havíamos adiantado aqui no site em dezembro, Josh e Tyler programaram um dia de folga da turnê na data para comparecer à cerimônia. Apesar de ser um dos nomes mais indicados e ter conquistado um gramofone dourado, twenty one pilots não performou no evento.

Pouco tempo antes, a banda deu uma entrevista à Circa News onde contaram sobre como costumavam assistir ao Grammy na casa de Tyler só de cueca. Quando perguntados como iriam aparecer no tapete vermelho agora que foram indicados pela primeira vez, Tyler disse que com certeza iriam de cueca e se haveria “algo por cima ainda está no ar”. Conhecendo o humor da banda, acreditamos que fosse brincadeira. Pelas declarações, os próprios amigos da banda como o fotógrafo Brad Heaton e Jenna, a esposa de Tyler, foram pegos de surpresa quando os garotos tiraram as calças antes de receber o prêmio.

twenty one pilots ganhou a categoria Best Duo/Group Pop Performance (Melhor Performance Pop em Duo/Grupo) com a música “Stressed Out”, na qual concorriam com grandes músicas de 2016: “7 Years” (Lukas Graham), “Cheap Thrills” (Sia & Sean Paul), “Closer” (The Chainsmokers & Halsey) e “Work” (Rihanna & Drake). O prêmio foi entregue pelo cantor e ator Nick Jonas. Assista ao vídeo de agradecimento legendado:



Antes do evento principal que foi televisionado às 23h, aconteceu a Premiere Ceremony, evento no qual são entregues a maior parte dos prêmios do ano. Isso porque o Grammy é o principal evento da música e esse ano teve 84 categorias, além das premiações especiais, performances e homenagens. Na primeira cerimônia do dia, algumas categorias para as quais estávamos torcendo foram reveladas.

A trilha sonora do filme Esquadrão Suicida, “Suicide Squad: The Album”, concorria a Best Compilation Soundtrack For Visual Media (Melhor Compilação de Trilha Sonora Para Mídia Visual), mas perdeu para a trilha do filme “Miles Ahead”. O prêmio teria sido entregue aos produtores do álbum, mas comemoraríamos bastante já que “Heathens” foi o carro-chefe do álbum.

Falando em “Heathens”, a letra da canção concorria a Best Song Written For Visual Media (Melhor Canção Escrita Para Mídia Visual), mas perdeu para “Can’t Stop The Feeling!”, do Justin Timberlake, que está na trilha da animação Trolls. Outros indicados incluíam “Just Like Fire” de P!nk, na trilha do filme Alice Through The Looking Glass e “Try Everything” de Shakira, na trilha da animação Zootopia.

Outra categoria anunciada antes do evento principal foi Best Rock Performance (Melhor Performance de Rock), na qual “Heathens” perdeu para “Blackstar” do legendário David Bowie. O cantor inglês lançou o seu vigésimo quinto álbum, “★” (Blackstar), em 8 de janeiro de 2016. Bowie morreu dois dias depois do lançamento.

Quando a cerimônia principal começou era fácil achar twenty one pilots na transmissão da TV: era só procurar pelo vestido de Jenna e o cabelo de Josh, que foram combinando o visual. Dá uma olhada na gravação que eles fizeram na Glambot do tapete vermelho:


https://twitter.com/mutantkidsbr/status/830979956503113728


A categoria na qual o duo ganhou foi uma das primeiras a ser apresentada. Com a vitória, veio também uma avalanche de elogios nas redes sociais. Sia, Katy Perry, Darren King do MUTEMATH, Martin Garrix, Vesperteen, Ashton da 5 Seconds Of Summer, Judah & The Lion, Hayley Williams, entre outros. Alguns amigos mais próximos da banda postaram declarações, como Michael Gibson que postou um parabéns junto com uma foto antiga de Josh e Tyler de cueca:

https://twitter.com/mutantkidsbr/status/830969830870228994


Logo depois veio Best Rock Song (Melhor Canção de Rock), também premiada para a melhor letra e não a produção em si. Mais uma vez Bowie levou o Grammy com a letra de “Blackstar”. Apesar de estarmos torcendo para twenty one pilots, não tem como ficar triste com o resultado: Bowie só havia recebido 1 Grammy quando estava vivo, na edição de 1985. “★” merecia ser reconhecido e esperamos que a Academia volte a reconhecer o trabalho do twenty one pilots nas futuras indicações.

Depois foram mais algumas horas de espera até o anúncio de Record of The Year (Gravação do Ano). Além de Stressed Out, concorriam também “7 Years” (Lukas Graham), “Hello” (Adele), “Formation” (Beyoncé) e “Work” (Rihanna). Adele levou não apenas Record Of The Year, mas também Song Of The Year e Album Of The Year por “25”.

Adele dedicou o prêmio de Álbum do Ano a Beyoncé, que concorria com o impactante “Lemonade”. twenty one pilots estava apenas algumas fileiras atrás da cantora, e quando a câmera mostrou como Beyoncé estava emocionada olha quem também estava se derretendo lá atrás: Josh!



Depois da premiação, a banda foi comemorar. John Feldmann, da banda Goldfinger, postou fotos com Josh e Mark Hoppus, do blink-182.

https://twitter.com/mutantkidsbr/status/831619086715088897

https://twitter.com/mutantkidsbr/status/831620624497909761


O polêmico site de fofocas TMZ foi atrás de Josh após a premiação e o paparazzi responsável o confrontou sobre o que Tyler disse no discurso de agradecimento: “Não é estranho dois caras assistirem ao Grammy juntos de cuecas?”. Mal ele sabia que twenty one pilots leva tudo na brincadeira e Josh respondeu rindo que tinha mais caras lá além deles dois e seguiu em frente.



A Warner Music, gravadora responsável pelo selo Fueled By Ramen, deu uma festa pós-Grammy. Uma jornalista da CBS perguntou a Jenna no tapete vermelho se ela sabia que Tyler planejava receber o prêmio de cueca e ela disse que só soube na hora.



É claro que eles não podiam deixar de agradecer os fãs. No primeiro show após o Grammy, no dia 14, que era também Valentine’s Day (data em que os americanos comemoram o Dia dos Namorados), Tyler fez um discurso amoroso agradecendo o apoio dos fãs e deu pra notar como ele estava feliz com a comemoração do Clique presente.



A banda foi destaque em diversos sites e jornais durante toda a semana, como no Columbus Dispatch, jornal local da cidade natal de Josh e Tyler, onde eles estamparam a capa.


https://twitter.com/mutantkidsbr/status/831475110414577668


Uma fã inglesa também registrou o momento em que um apresentador da BBC Radio 1 contou a história do twenty one pilots quando tocou Heavydirtysoul na estação. O single está sendo adicionado nas rádios de todo o mundo.

Como eles disseram, “qualquer um de qualquer lugar pode fazer qualquer coisa.”

|-/

https://twitter.com/mutantkidsbr/status/831610123458060288


O álbum Blurryface está à venda no Brasil nas lojas Saraiva, Americanas, Livraria Cultura e Submarino.

Acompanhe mais:

• Galeria de fotos: mutantkids.com.br/galeria/
• Facebook: facebook.com/mutantkidsbr
• Grupo de fãs no Facebook: facebook.com/groups/mutantkidsbrasil
• Twitter: twitter.com/mutantkidsbr
• Instagram: instagram.com/mutantkidsbrasil
• Canal no YouTube: youtube.com/c/mutantkidsbrasil

 

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: