Especial: 6 anos do vídeo “Where Are You?”

Publicado por Kaline Linhares - Arquivada em 2011

Essa semana não teve post de #TBT na quinta-feira, então decidimos relembrar algo importante hoje!

Em 2011, Mark Eshleman, amigo de Tyler e Josh e diretor criativo do twenty one pilots, participou de um concurso anual da Trend Micro, empresa voltada à segurança de conteúdo na internet. O concurso, chamado “What’s Your Story?” [Qual é a sua história?], consiste em criar um vídeo curto relacionado à segurança, responsabilidade e uso positivo da tecnologia por crianças e suas famílias.


O vídeo “Where Are You?” [Onde você está?] é um poema visual que fala sobre a importância das escolhas que fazemos online no dia a dia e o impacto que isso causa nas pessoas por trás das telas.

Mark falou sobre como o vídeo foi criado em uma entrevista feita por Anne Collier, uma juíza da Trend Micro. Confira:


“É interessante como tudo foi feito. Mark me disse por telefone que descobriu sobre o ‘What’s Your Story?’ por volta das 3 da manhã do dia anterior ao prazo final de envio do vídeo, enquanto procurava por equipamentos de vídeo na internet. Ele e Tyler moravam juntos, então ele mostrou o concurso para Tyler e perguntou se ele tinha interesse em enviar algo também. ‘Uma hora depois, Tyler tinha escrito o poema e nós encontramos alguns significados visuais nas rimas,’ Mark disse.

Tyler estava indo para uma reunião em Nashville naquela tarde, então os dois fizeram uma rápida parada no estúdio no caminho ao sair de sua casa em Columbus, Ohio. Mark gravou o vídeo com dois tipos de câmeras, fixa e portátil, em ‘não mais que 10 tomadas que levaram de duas a duas horas e meia para serem filmadas,’ ele disse. Depois, enquanto Tyler dirigia para Nashville, ele editou o vídeo, o que incluiu escolher cuidadosamente a fonte, tamanho, e cores do texto que apareceriam na tela. A edição demorou de ‘três a quatro horas. Eu postei algumas horas antes do prazo final,’ Mark adicionou. ‘Na manhã seguinte, Tyler me buscou em seu caminho de volta para Columbus. Pareceu uma missão militar secreta.'”

Anne ainda disse: “E mais que suas palavras, a performance de Tyler expressa a demanda poderosa e contínua que esse meio social, ou comportamental, está criando em todos nós — especialmente cada usuário da Internet, mas também a humanidade como um todo.”

Além de ganhar o concurso e o prêmio (de 10,000 dólares, só para constar), o vídeo foi usado em várias escolas como parte de um programa de ensino anti cyberbullying.


Assista ao vídeo legendado:


“A internet causa um grande impacto nos jovens e, se íamos fazer um vídeo poderoso, queríamos abordar o que parecia ser o maior problema: ser um bom cidadão online. Queríamos passar uma mensagem positiva de um jeito criativo. Podemos apenas esperar que ‘Where Are You?’ faça alguém repensar sobre sua vida online.”
– Mark C. Eshleman

[Fontes: netfamilynewstrendmicro]

|+/


 Acompanhe-nos também nas redes sociais:

• Facebook: facebook.com/mutantkidsbr
• Twitter: twitter.com/mutantkidsbr
• Instagram: instagram.com/mutantkidsbrasil
• Canal no YouTube: youtube.com/c/mutantkidsbrasil
• Galeria de fotos: mutantkids.com.br/galeria
• Grupo de fãs no Facebook: facebook.com/groups/mutantkidsbrasil

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: