twenty one pilots é indicado ao VMA 2019

Publicado por Kaline Linhares - Arquivada em 2019

A MTV divulgou hoje (23) a lista dos indicados ao Video Music Awards, e twenty one pilots está concorrendo mais uma vez, agora na categoria “Best Rock” (Melhor Rock) com o clipe de “My Blood”.

Os indicados na categoria Best Rock são:

  1. The 1975 – Love It If We Made It
  2. Fall Out Boy – Bishops Knife Trick
  3. Imagine Dragons – Natural
  4. Lenny Kravitz – Low
  5. Panic! At The Disco – High Hopes
  6. twenty one pilots – My Blood

A votação é aberta ao público e é preciso fazer login no site do VMA, por e-mail, Twitter ou conta do Google. É possível votar 10 vezes em cada categoria. Ao adicionar os 10 votos (clicando no + embaixo da foto do artista), aparecerá a mensagem “you have allocated all 10 votes for this category”, então basta clicar em “submit” para confirmar. Não é preciso votar em todas as categorias para contar.

Nas redes sociais, Trent Culkin e Dashiell Connery, atores que participaram do clipe, comemoraram a indicação, bem como o diretor, Tim Mattia.

A cerimônia da premiação acontece no dia 26 de agosto, e ainda não sabemos se a banda irá comparecer, já que tem show no dia 25 no Reino Unido e não gostam muito de premiações.

O clipe

Lançado no dia 5 de outubro de 2018, “My Blood” é diferente de todos os outros vídeos do twenty one pilots. Nesse, Tyler Joseph e Josh Dun nem aparecem – dando espaço aos atores Trent e Dash para contarem a história. Essa história não tem nada a ver com o universo de Trench, focando apenas em dois personagens e sua união.

Leia mais sobre nossa interpretação do vídeo aqui e o conceito da música aqui.

Ao comemorar a indicação no Instagram, Tim Mattia postou também os créditos do clipe. Confira:

Estrelando // Trent Culkin e Dashiell Connery, + Bobby Coyote
Diretor // Tim Mattia
Produtor // Jenn Mick0
EP // Brandon Bonfiglio, Luga Podesta e Andrew Lerios
Companhia de Produção // London Alley
Representante dos diretores // LABUDA
Assistente do Diretor // Rona Liana
Cineasta // Doug Porter
Primeiro Assistente de Câmera // Santiago Garcia
Aperto de chave¹ // Shaimus

Edição // Jen Kennedy, Lalim Edit
Gerente de Produção // Kai Lusk
Comissário // Mandee Mallonee
Diretor de Arte // Jason Mark Lombardo
Arte // Zachary Zachary,  Clayton Craw, Amanda Salazar e Halley Davis
Técnico de iluminação // Ionel Diaconescu
Cabelo e maquiagem // Maxi e Lizzy
Figurino // Dawn Ritz
Seleção de elenco // Kasia – Hollywood Hot Dog
Correção de cor // Marsh Camp e Olio Creativ
Post para London Alley // Ivan Ovalle, Brock Humphrey e Eric Wysocki
Post // GloriaFX
Gravadora // Elektra Records
Câmera // ARRI Rental

¹O aperto de chave supervisiona todas as equipes (de iluminação e equipamentos) e reporta-se ao diretor de fotografia.

Outras edições

Essa é a terceira vez que twenty one pilots é indicado ao VMA, tendo concorrido pela primeira vez em 2013 na categoria Artist to Watch, que premia vídeo de novos artistas com potencial de ascensão, com o vídeo de “Holding On To You”. Eles perderam para Austin Mahone.

Em 2016, foi a vez de concorrer ao prêmio na categoria “Best Rock Video” (Melhor Vídeo de Rock) com o clipe de “Heathens”. Eles enfrentavam Fall Out Boy, Coldplay, All Time Low e Panic! At The Disco, mas foi o duo que levou o astronauta de prata para casa.


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
Canal de notícias no Telegram
• Grupo de fãs no Facebook

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: