Logo após o fim da Blurryface Tour, twenty one pilots voltou a viajar com a Emotional Roadshow World Tour. Essa série de highlights registrou a passagem deles com momentos marcantes.

Os dez vídeos foram originalmente postados no canal oficial da banda no YouTube. Você pode conferir os vídeos legendados no nosso player a seguir. Para ir aos vídeos originais sem legenda, visite essa playlist.

 

Highlight 01
Publicado em 4 de jun de 2016

A equipe mostra como estão os preparativos para o início da turnê.
Tyler Shapard, diretor de iluminação, e membros da da Tantrum Content comentam suas expectativas.


Highlight 02

Publicado em 11 de jun de 2016

Fãs dão depoimentos sobre o impacto de twenty one pilots em suas vidas.
Josh conta um truque que aprendeu para arrumar a gravata.


Highlight 03

Publicado em 18 de jun de 2016

Adam Stroop, o Wizard, fala um pouco sobre o sistema de som do show.
Uma fã conta como entrou na Faculdade de Artes e Design de Minneapolis graças à banda.


Highlight 04

Publicado em 2 de jul de 2016

Conheça Patrick Eaton, o coordenador de palco, e Mark Wunder, o especialista em lasers.
Josh fala sobre ter sido dispensado por muitas garotas.


Highlight 05

Publicado em 9 de jul de 2016

Jenna compra protetores de cotovelo para Tyler pensando nas quedas em Heavydirtysoul.
Josh conversa com fãs sobre como conheceram a banda.


Highlight 06

Publicado em 16 de jul de 2016

A equipe se prepara para o maior show da carreira do twenty one pilots.
Uma tempestade perigosa ameaça o show no Red Hat Amphitheater.


Highlight 07

Publicado em 23 de jul de 2016

Uma homenagem às vítimas do massacre em Orlando.
Os garotos conhecem Fred, O Jacaré. Josh se diverte em uma pista de Fórmula 1.


Highlight 08

Publicado em 30 de jul de 2016

A equipe se prepara para o monumental show no Red Rocks.
Tyler conta como não foi reconhecido por um fã que estava bêbado no dia anterior.


Highlight 09

Publicado em 06 de ago de 2016

Fãs mostram como é o clima na fila antes dos shows.
Imagens incríveis de apresentações ao vivo.


Highlight 10

Publicado em 20 de ago de 2016

Episódio final. Vinyl Theatre substitui MUTEMATH em um show de abertura.
David The Dad fala sobre o Clique. O último show da primeira parte da turnê.
O arrepiante discurso “We did it” de Tyer no Madison Square Garden.

Curiosidades

A trilha sonora adicional é de Sombear, o mesmo produtor que trabalhou no som da série twenty one pilots goes east.

Além de Mark Eshleman, John Flannagan II também gravou imagens para os vídeos.

A Trantrum Content foi indicada a uma premiação pelo trabalho na ERS.

A versão de Guns For Hands tocada no Highlight 09 é o Dzeko & Torres Remix. Esse é um remix oficial e foi usado durante toda a turnê durante o momento da Hamster Ball. Você pode ouvir aqui.

A versão de Stressed Out tocada no Highlight 10 é o mellowmatic remix, feito por Paul Meany do MUTEMATH. O remix foi usado pelo twenty one pilots durante a performance de Heathens/Stressed Out no American Music Awards 2016 e foi lançado como single beneficente para ajudar famílias prejudicadas por chuvas e enchentes nos Estados Unidos. Ouça aqui.

Vinyl Theatre, que substituiu MUTEMATH em um show no Highlight 10, é a banda que abriu shows para o twenty one pilots durante uma de suas primeira turnês. Por isso eles foram a primeira opção de Tyler.

< Blurryface Tour Canada | Webséries | Sleepers >

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: