Entrevista: Tyler Joseph fala sobre Rosie, Level of Concern e mais

Publicado por Kaline Linhares - Arquivada em Destaque

Tradução de Paola Ramos e Janaína Monte

Em nova entrevista, feita virtualmente pelo aplicativo Zoom e publicada em 23 de abril, Tyler Joseph conversou com Lauren O’Neil, da rádio 101.1 WKQX, sobre a música “Level of Concern”, Crew Nation, sua filha Rosie e muito mais. Confira a tradução na íntegra abaixo.


Lauren O’Neil: Olá, Tyler!
Tyler Joseph: Oi, como está?

Lauren: Estou ótima, gostaria de ter sido informada que esse era um evento para usar traje de gala. Sinto que não estou vestida adequadamente.
Tyler: Sabe, essa é a minha primeira sessão de conferência pelo Zoom, então eu decidi me vestir bem para isso.

Lauren: Eu aprecio isso e você está ótimo! Obrigada por nos dar um hino de quarentena!
Tyler: Oh, então… Acho que isso aconteceu.

Lauren: Você pode falar da caridade vinculada à “Level Of Concern” e por que você se sentiu compelido a ajudar?
Tyler: Sim. Então, a Crew Nation é uma instituição de caridade que ajuda muitas pessoas que estão por trás da indústria da música, pessoas que ajudam a avançar o aspecto da música ao vivo, especificamente. E nós temos muitos membros na Crew, mas também todas as arenas e locais de show que visitamos em turnês… Todos esses lugares são tipo a força vital de algumas cidades, e eles possuem tantos funcionários e tantas pessoas legais lá. E agora esse é o momento onde está tudo em espera e, assim como muitas outras indústrias, há muita incerteza. E por fazer parte dessa indústria, sentimos que faria sentido fazer parceria com uma instituição que irá cuidar dessas pessoas.

Lauren: Isso é incrível, vocês também têm produtos no site que [os lucros] vão especificamente para a Crew Nation.
Tyler: Sim, nós temos moletons e outras coisas que se você comprar… Uau, legal!

Reação de Tyler ao ver a imagem de fundo de Lauren mudar, mostrando os produtos: “Oh, uau, legal.”

Lauren: Eles são assim.
Tyler: Sim, isso mesmo.

Lauren: Então, essa é a loja de produtos oficiais de twenty one pilots. Você também pode doar diretamente ou solicitar ajuda caso tenha sido afetado no site da Crew Nation. Vamos falar sobre o clipe, que é incrível porque saiu durante a quarentena e que é tão perfeito em sua essência. É como se ele fosse um documentário?
Tyler: Sim! É como se você estivesse assistindo a gente filmando um vídeo e fazendo uma música ao mesmo tempo. Isso fez sentido. Eu realmente gostei de ser capaz de voltar à forma como nós fazíamos os nossos vídeos, quando não tinha despesas ou equipe, apenas uma ideia simples… E ter a ajuda do nosso amigo Mark [Eshleman] com seu conhecimento sobre edição e sua habilidade de unir tudo. E foi isso, foi como sempre fizemos os vídeos antes da gravadora, você sabe, antes de ter dinheiro para gastar em um clipe. Então foi muito divertido ter uma desculpa para voltar àquele tempo.

Lauren: Entendi. Você e Josh são realmente vizinhos?
Tyler: [ri] Aquela é nossa nona casa. Então sim, em nossas nonas casas, somos vizinhos.

Lauren: Legal! Essa também é a primeira música que você compôs na guitarra.
Tyler: Sim.

Lauren: Quais são outras coisas que você está fazendo que são diferentes ou talvez esteja fazendo pela primeira vez?
Tyler: Na verdade, essa é a primeira música que o Josh gravou com a bateria de uma forma diferente, digo, em seu próprio estúdio, enviando em seguida. Realmente foi um vai e vem com o som da música, que foi algo novo para nós, porque nós sempre nos reunimos para a parte da bateria. Então isso se juntou comigo tentando tocar guitarra pela primeira vez e criou um novo som para a gente, pelo menos.

Lauren: A música também foi produzida novamente com o Paul [Meany], do Mutemath. Como vocês conseguiram trabalhar juntos? Foi por causa disso [pen drive]?
Tyler: Então, Paul faz parte da banda Mutemath, que é uma das bandas favoritas minha e do Josh. Nós fomos sortudos por ter feito uma turnê com eles também. E assim se iniciou um relacionamento natural com eles, especificamente com o Paul para mim. Eu admiro o jeito que ele faz as coisas por si só, durante toda a sua carreira, eles gravam suas próprias canções. Ele me ajudou de várias maneiras com algumas programações, principalmente com a bateria. Existe uma ciência para capturar bateria ao vivo, uma ciência para capturar a energia que o Josh expõe ao vivo, existem tantos microfones, tomadas e edições. Então, especificamente, nesse campo, Paul realmente interveio e me ensinou algumas coisas que ele aprendeu através de tentativas e erros dele, porque ele aprendeu sozinho também.

Lauren: Então… isso é o começo de uma nova era?
Tyler: Eu diria que isso é algo entre o final e o começo.

Lauren: Ok. Muitas pessoas querem saber o que aconteceu com Clancy…
Tyler: É… Eu acho que pareceu certo lançar uma música agora, especialmente com o conteúdo que a letra tem. Tentamos não nos comprometer com algo completamente novo, como toda a estética, porque nós queremos esperar para o que temos guardado.

Lauren: Claro. Falando de algo novo… alguém é papai, parabéns!
Tyler: Sim! É divertido, empolgante… É… Eu não sei. É assustador porque eu estive tão motivado em me aprimorar e me superar, seja procurando validação ou sucesso ou apenas trabalhando duro em algo e sentir que estou ficando bom nisso. Todas essas coisas que motivam uma pessoa, e de repente essa nova bolha de pele entra na sua vida e você percebe que isso supera todo o resto. Supera ao ponto de que se essa bolha de pele pedir para que você pare com tudo o que você está fazendo, você pararia, o que é assustador. Então… minha filha é uma motivação divertida, animadora, nova e assustadora para fazer o que eu faço. E é divertido acordar todos os dias.

Lauren: Amei isso, bebês são os melhores. Você já está fazendo alguma piada de pai?
Tyler: Eu tenho resistido, mas estou acumulando-as para quando eu voltar para o mundo para libertar sua graça.

Lauren: Você já tem tantas fotos da Ro dormindo quanto tem do Josh?
Tyler: Está chegando perto. São muitos anos de turnês, viajando em vans, compartilhando quartos de hotéis com outros caras, então foi uma piada por um tempo. Josh e eu tentávamos capturar um ao outro dormindo, o que é bobo, eu acho, mas mandar isso em um grupo com os caras que você estava viajando, é… eu não sei, se tornou uma pegadinha. Então, eu tenho muitas fotos do Josh dormindo, mas está chegando perto, porque eu gosto de olhar a minha filha quando ela está dormindo.

Lauren: Talvez as fotos sirvam para um álbum de fotografias de mesa¹ um dia?
Tyler: <ri> É.

Lauren: Você sabe que vocês têm os fãs mais incríveis e eu pensei que poderíamos fazer algumas perguntas rápidas enviadas por eles. São várias perguntas, então fique à vontade para passar, vamos apenas seguir para próxima e ter meio que sua primeira impressão, ok?
Tyler: Ok.

Lauren: Certo, o seu Pokemon preferido?
Tyler: Clefairy.

Lauren: Opiniões sobre fazer uma live em casa?
Tyler: Parece cansativo.

Lauren: Ok… bem, você parece cansado!
Tyler: É, então…

Lauren: Uma coisa que você aprendeu sobre si mesmo na quarentena?
Tyler: [pensa um pouco] Falta de autocontrole para ir dormir quando a minha esposa não está me fazendo ir.

Lauren: Entendi. Você tem cozinhado?
Tyler: Não, eu não sei cozinhar.

Lauren: Opiniões sobre Animal Crossing?
Tyler: Eu não joguei e sinto que estou perdendo alguma coisa, parece que seria algo do meu gosto.

Lauren: Sua coisa favorita em ver a Jenna ser mãe?
Tyler: De alguma forma, ela não fica cansada. Quando estou balançando a minha filha, eu penso diferente. Não que eu não ame a minha filha como a minha esposa ama, mas é uma conexão diferente. Se minha filha estiver chorando e eu precisar balançar ela, eu vou contar quantas vezes vou fazer isso. Certo, eu vou balançá-la 500 vezes e então se ela não estiver dormindo até lá… É como o meu cérebro sempre funcionou. Eu conto os meus passos quando corro, eu conto respirações, eu não sei… Sou meio estranho dessa forma. Mas a minha esposa está perpetuamente se entregando a isso, não importa o que aconteça. Eu sou um pouco mais… Não sei… Sou mais regimentado na maneira que estou amando minha filha, então é divertido assistir a minha esposa só viver isso, e meio que ver que ela nasceu para isso.

Lauren: Você canta as suas próprias músicas para Ro?
Tyler: Músicas em que estou trabalhando, sim.

Lauren: Então existem mais músicas?
Tyler: Sim, eu escrevi uma tonelada de pequenas músicas estranhas que canto para ela e depois penso “Oh, deixa eu pegar meu celular e gravar um arquivo de áudio rapidamente porque isso poderia realmente se transformar em algo”. A maioria é sem sentido. Mas sim, estou sempre trabalhando em coisas novas.

Lauren: Você poderia nos dar uma palhinha agora?
Tyler: Tem uma música, essa é uma canção de ninar rimada, mas eu mudei a letra. Teve uma vez que ela ficou acordada a noite toda e eu tentei dar uma folga para minha esposa. Então eu e minha filha assistimos Senhor dos Anéis juntos. Eu substituí a letra para uma canção de ninar, que dizia: “Bebê Rosie, ela é a minha garota MacGyver, de todas as pessoas, ela está no meu Top 5, logo atrás de Gimli, Legolas e Strider. Rosie, querida, sua mamãe é a número 1”.

Lauren: Isso é incrível!
Tyler: Sim, ela só me encara tipo “você é idiota”.

Lauren: É só uma coisa de bebê, não é pessoal. Certo, se você fosse um bolinho, de qual sabor seria?
Tyler: Existe um bolinho com sabor de burrito?

Lauren: Com certeza existe agora. Personagem favorito de Mario Kart?
Tyler: Yoshi é o meu personagem favorito, mas no Nintendo 64 Bowser é de longe o melhor personagem, por causa de seu peso, velocidade máxima e habilidade de não girar.

Lauren: Qual é o seu espírito animal?
Tyler: Acho que quando eu era criança diria guepardo, era algo entre isso e macaco-aranha.

Lauren: Quem é Michael e Julia²?
Tyler: Quando eu estava escrevendo essa música eu amei a ideia de apenas colocar nome de pessoas aleatórias, porque eu senti como se todo mundo tivesse um Michael e uma Julie em sua vida, pessoas que pensam que são especialistas sobre o que está acontecendo no mundo ou especialistas em relações pessoais. Eu particularmente tenho um amigo chamado Michael, mas acho que não estava pensando tanto nele especificamente como eu estava pensando em apenas escolher dois nomes que eu senti que seriam adequados para o que maioria das pessoas pensaria serem, não sei, pessoas irritantes.

Lauren: Espero que Michael e Julie estejam tendo uma boa quarentena. Qual é a proporção perfeita de macarrão com queijo e ketchup?
Tyler: Quanto melhor for o macarrão com queijo, menos ketchup você vai precisar. Então se você faz macarrão com queijo para mim e eu peço ketchup, esse é o primeiro sinal. Eu não deveria precisar do ketchup, mas se for do estilo porcaria caseira, eu vou adicionar ketchup.

Lauren: Qual era a sua matéria favorita na escola?
Tyler: Acho que nunca me perguntaram isso. Parece que essa seria o tipo de pergunta que fariam o tempo todo. Eu odiava matemática… Acho que eu diria história.

Lauren: Se o Josh fosse uma comida, qual comida ele seria?
Tyler: Caramba, essa é uma pergunta muito boa. Eu realmente não quero estragar isso. Ele seria um kiwi, só que kiwis tem um pouco de pelo. Mas esse cara, ele é simplesmente todo sem pelos. Então, um kiwi depilado.

Lauren: Ai, meu Deus! #KiwiDepilado. Ok, apenas mais algumas perguntas. O que foi mais difícil: escolher o nome da Ro ou do Ned?
Tyler: Ned foi bem mais fácil. Eu acho que quando você está escolhendo o nome do seu filho… A forma como expliquei para as pessoas é que houve muita pressão nisso. Antes de ela nascer, você se pergunta se é o nome certo, se vão tirar sarro dela por algum motivo. Há muita pressão em dar um nome a alguém. Mas quando ela nasceu foi tipo “Ah, esse é o nome dela. É perfeito, combina perfeitamente.” E é por isso que quando você pergunta aos seus pais ou pessoas mais velhas como escolheram o nome do filho e se não sentiram como se houvesse alguma pressão, sempre respondem dizendo que não, foi fácil. Porque eles se lembram como foi ver que aquele nome combina com aquela pessoa e isso faz sentido. Eles meio que esquecem que há, não sei, uma preocupação natural de que o nome não vai funcionar. Mas tudo isso se resolve quando você vê a criança.

Lauren: Qual o seu bias do BTS?³
Tyler: Josh e eu… O primeiro lugar em que tocamos fora do nosso país foi na Ásia. E fomos ao Japão, Coreia e até mesmo a China. Nós sempre tivemos uma afinidade com a cultura deles. Isso foi antes disso tudo começar a acontecer e ver isso acontecer é sensacional para nós.

Lauren: Eu sei que você tem que ir. Muito obrigada por passar um tempo conosco. Se você quiser finalizar com alguma mensagem direta ao Clique, esse é seu momento.
Tyler: Obviamente mantenham-se seguros. Eu diria que todo mundo está passando por uma versão diferente disso. É mais fácil aplicar nossa experiência a tudo isso e pensar que todos estão passando pela mesma coisa. Mas algumas pessoas têm um quintal e outras não e isso pode ser uma diferença. Quando você está preso em uma única sala, a ansiedade começa a se acumular. Então, seja paciente quando todos nós começarmos a tomar decisões sobre qual é a melhor forma de voltar para o mundo, porque todos estão passando por coisas diferentes. Quanto mais devagar nos movermos e quanto mais compreensivos formos sobre as diferenças de todos, teremos uma melhor chance de sair disso sem perdermos um de nós.

Lauren: Isso foi incrível, muito obrigada. Deem stream “Level of Concern” porque ela é como uma coberta quentinha da quarentena. Mal podemos esperar para ouvir o novo material. Muito amor para você e toda sua família e esperamos te ver em breve.
Tyler: Muito obrigado por me receber. Até mais.

¹coffe table book é um álbum de fotos que costuma ficar na mesa de café e serve para entreter convidados.
²o certo é Julie, não Julia.
³bias é como fãs de kpop se referem ao seu integrante favorito de um grupo, ex.: “Yoongi é meu bias do BTS”.


Achamos incrível como Tyler simplesmente fingiu que não ouviu a pergunta sobre Clancy e mudou de assunto. Nem ligamos, não queríamos saber mesmo.

Mas falando sério, Tyler cantando a musiquinha que criou para a Ro é melhor coisa dessa entrevista. 💛

Acompanhe a MKBR nas redes sociais e não perca as novidades!

|-/

Tyler Joseph participará da rádio KROQ no domingo

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em Destaque

Começando no dia 3 de maio, a estação de rádio americana KROQ revisitará performances de grandes bandas todo domingo no programa “KROQ HD Radio Sound Space Sundays”. E primeira reprise será do twenty one pilots!

Antes da performance gravada haverá uma entrevista ao vivo com Tyler Joseph, às 22h no horário de Brasília. Logo depois começará a transmissão, que será da apresentação especial de Tyler no piano, feita ano passado na RADIO.COM.

Infelizmente, não poderemos ouvir pela plataforma da rádio, que não está disponível para o Brasil. A única forma seria usar VPN, que é uma tecnologia usada para acessar servidores de fora. Não recomendamos o uso desse tipo de serviço por que é ilegal e deixa seu aparelho vulnerável a vírus.

No site oficial foi noticiado que poderemos assistir à performance também pelo Twitter e Facebook da KROQ. No dia postaremos links diretamente para isso, se houver.

E sim, também sentimos falta do Josh.

#TØPVirtualConcert

Lembrando que no mesmo dia, às 19h no horário de Brasília, teremos o #TØPVirtualConcert , onde transmitiremos via MIXLR um show da Bandito Tour na Filadélfia que aconteceu em 2019. Nossa transmissão está programada para acabar por volta de 21h10, então dá para curtir as duas coisas!


Acompanhe a MKBR nas redes sociais e não perca as novidades!

|-/

Tyler Joseph e Josh Dun comentam suas músicas favoritas

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em Josh Dun

Confira como foi da transmissão feita hoje pela Alt Nation, da rádio SiriuxXM, com Josh Dun e Tyler Joseph, onde os dois montaram uma playlist com suas músicas favoritas e fizeram comentários sobre suas escolhas. Ambos apresentaram o programa de suas respectivas casas, em respeito ao isolamento social.


A transmissão começou com a apresentação de Tyler e Josh, os dois estavam em seus respectivos estúdios. Tyler perguntou como estava sendo as últimas semanas do Josh e ele respondeu que tem sido semanas difíceis, mas que estava treinando em sua casa. Já Tyler falou que estava ouvindo muita música e que iria colocar algumas delas na transmissão. A primeira foi “Northern Lights”, da banda Death Cab for Cutie.

A próxima música escolhida foi “It Hurts” de Angels and Airwaves. Tyler contou que lembrava de quando ele ouviu a canção pela primeira vez em uma sala de estudos no colégio.

“Essa próxima música é de uma das nossas bandas favoritas. Eu estava em uma sala de estudo no ensino médio e tinha um estudante em cada computador da sala tentando dar play nessa música ao mesmo tempo para recriar um show.”

A música em seguida foi escolhida por Josh, se chama “Jumper” de Third Eye Blind. Josh falou que essa música o traz de volta para os tempos de turnê e isso o faz lembrar dos dias de piscina.

Depois disso, Tyler escolheu a música “Lose It” de Atreyu. “Eu não tenho o hábito treinar tanto, mas quando faço isso eu costumo correr ouvindo essa música, estão vocês podem me imaginar correndo ouvindo-a.”

A próxima escolhida foi “Box Car Racer” da banda Cat Like Thief. Os dois conseguiram concordar com a escolha dessa música. Josh ainda falou que o fazia lembrar da época de colegial.

“Próxima música é uma que Tyler e eu amamos. Esta me leva de volta ao colegial, talvez ao ensino médio. Eu gosto da simplicidade da música e o fato de que é a mesma batida de bateria durante a música toda, o que eu acho legal. Também tem a participação de Tim Armstrong da banda Rancid, o que também gosto.”

“Stormur” de Sigur Rós, foi a escolha seguinte do Tyler. A música não é em inglês, mas a produção e a instrumentação é o que o chama mais atenção. Josh já falou sobre a banda alguns anos atrás.

Durante a transmissão, Tyler falou que era bom ouvir a voz de Josh novamente, mas Josh acabou revelando que ligava para seu amigo 2-3 vezes por dia e ele não o atendia. A última escolhida pelos meninos foi “Level Of Concern”, encerrando a transmissão.

“Isso vai soar clichê, mas deixamos o melhor para o final. Esta música é da nossa banda favorita de todos os tempos. É de twenty one pilots e é uma música nova. Ela me lembra que ainda há muitas memórias a serem criadas quando tudo isso acabar.” [Josh]


Acompanhe a MKBR nas redes sociais e não perca as novidades!

|-/

#TØPVirtualConcert: ouça um show de twenty one pilots

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em Destaque

Todos sabemos que diversos shows e festivais estão sendo cancelados devido à pandemia do Coronavírus. twenty one pilots, que já não iria realizar muitas apresentações este ano, está com uma agenda incerta, assim como diversos artistas. Mas tem algo que pode ser feito: #TØPVirtualConcert.

#TØPVirtualConcert

Continuando nossas ações para melhorar a quarentena de todo o Skeleton Clique, anunciamos a transmissão via Mixlr de um show da Bandito Tour na Filadélfia que aconteceu em 2019. Conheça o projeto que está aberto para todas as pessoas do fandom de twenty one pilots!

Com direito a ingresso para que você tenha a experiência completa, tudo o que você precisa fazer é acessar o link que iremos postar no domingo, às 18:30. Se você imprimir o ingresso que vamos deixar aqui, marque a gente e use a Hashtag #TØPVirtualConcert. Também vale para comentários!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

O Mixlr é um site (também tem aplicativo disponível para Android e iOS) que permite o compartilhamento de um áudio para várias pessoas, como uma rádio profissional. Basta baixar o app em seu celular ou tablet para conseguir ouvir o conteúdo (ou acessar o site pelo navegador).

Deixamos aqui o link para você baixar e já se preparar para a transmissão. Mas lembrando que também é possível acessar a página pela internet, colando no navegador.

Então estejam preparados no domingo. Peguem todas as suas roupas amarelas, seus ingressos e não fiquem de fora dessa experiência incrível de vivenciar com seus amigos um show da Bandito Tour!

Lembrando que nada será cobrado para que todos possam participar dessa experiência. Então não deixe de chamar todos seus amigos para que essa seja a melhor noite possível com a ajuda do #TØPVirtualConcert.

Está passando pela quarentena? Acesse nossa matéria especial sobre o que você pode fazer nesse período de mudança para todos.💛


Stay Alive ||-//

COVID-19: o que fazer no isolamento?

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em especial

Olá! Salutations. Já faz algum tempo que temos publicado menos conteúdo aqui na Mutant Kids Brasil (MKBR). Isso aconteceu por dois motivos: nossa equipe esteve ocupada, focando mais nas publicações das nossas redes sociais (Twitter, Instagram e Facebook) e a banda tem feito poucas aparições públicas e shows. E agora, com a pandemia de coronavírus, que já atinge todos os continentes, a agenda futura é incerta.

Hoje, dia 21 de março, a maioria dos estados brasileiros já registram casos confirmados ou suspeitos de COVID-19. Por conta disso, aulas em escolas, faculdades e cursos públicos e particulares foram suspensas. Algumas empresas liberaram seu efetivo para trabalhar em casa. Governadores já pedem isolamento social e a possibilidade de quarentena obrigatória não está descartada.

Você pode conferir informações sobre a nova doença em portais oficiais de notícias e do governo, como o site da Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e o aplicativo Coronavírus criado pelo SUS. Aqui nós trazemos um outro lado do isolamento (ou quarentena): o que fazer em casa?

Proteja-se, ajude o próximo e não perca contato com seus amigos

A pandemia não é fantasia! Se você faz parte do grupo de risco (idosos, diabéticos, asmáticos e hipertensos, além de pessoas com sistema imunológico comprometido), FIQUE EM CASA se possível! Se você está no grupo de menor risco e tem vizinhos ou familiares do grupo de risco, também pode se oferecer para ajudá-los, comprando o que eles precisam para que eles não precisem sair de casa, por exemplo. No texto a seguir, inserimos links nas palavras destacadas. Basta clicar nelas para abrir a página em outra aba.

Mergulhe no universo de twenty one pilots

Nosso canal no YouTube tem quase 300 vídeos de twenty one pilots legendados e já acumulamos quase 4 milhões de visualizações no canal! Entre os vídeos temos entrevistas, performances, vídeos antigos da banda, apresentações de Tyler na igreja etc. Também temos mais de 200 matérias em português aqui no site, além de páginas especiais cheias de conteúdo traduzido ou escrito inteiramente por nós, como a biografia da banda e a página com traduções e explicações das letras de Trench.

Nossa matéria queridinha é a de número 100, o nosso especial sobre o nome da banda, que você pode ler aqui.

……………

ATENÇÃO: Verifique se o serviço que você escolher tem renovação automática para não receber cobranças indesejáveis! Não testamos todos eles, então não sabemos se algum deles segue esse modelo. Se tiver alguma dúvida nos envie uma mensagem no Twitter ou Facebook ou deixe um comentário no fim da matéria.

……………

Dica: Entre no nosso canal @quarentedio no Telegram para receber atualizações diárias com dicas do que fazer nesse momento de isolamento. Também enviaremos livros gratuitos e outras formas de entretenimento e de relaxamento. Se você quiser entrar nos nossos grupos do WhatsApp é só entrar em contato pelo Twitter ou Facebook (links no fim da matéria).

Relaxamento e meditação

  • O Calm disponibilizou uma série de recursos free pra quem quiser praticar meditação ou precisar diminuir a ansiedade. Visite aqui.
  • O livro Atenção Plena vem junto com um meditações guiadas em português de mindfulness. Acesse: Áudios + Livro.

Livros e cultura

  • O site Scribd liberou o catálogo de eBooks e audiobooks de graça. Pelo próximo mês, o serviço de assinatura anunciou que permitirá que novos usuários usem a plataforma por 30 dias gratuitos sem a necessidade de cartão de crédito.
  • O aplicativo Kinedu está disponível gratuitamente até o dia 15 de abril. Ele é um aplicativo de desenvolvimento infantil indicado para crianças de 0 a 4 anos. Bom para distrair as crianças da família.
  • A Amazon liberou gratuitamente diversos e-books acadêmicos publicados sob o selo da Scielo. Em geral, são resultados de teses e dissertações de diversas áreas de estudo.
    Também tem e-books totalmente grátis na Amazon (romance, suspense, fantasia, sobre saúde mental e muito mais). Os livros são atualizados diariamente, então sempre tem coisa nova (e alguns livros saem do catálogo). Basta baixar e ler em seu Kindle ou em qualquer dispositivo (celular/notebook/tablet) com o app gratuito. Navegue pelo catálogo aqui e baixe o aplicativo aqui.
  • A plataforma Spcine Play liberou todo o conteúdo de graça por 30 dias. O catálogo inclui shows, espetáculos, palestras, performances, filmes, documentários etc. Explore aqui.
  • O site Notorium Play também liberou seu conteúdo por 30 dias para novos assinantes. O site oferece congressos online, aulas, documentários, minicursos e outros. Confira aqui.
  • Outro serviço interessante é o Olhar de Cinema+, que liberou vídeos, cineclub e transmissões ao vivo por 30 dias. O site foca em formação de público, capacitação e integração de profissionais do audiovisual. Leia mais no site aqui.

Cursos gratuitos

  • O site Stoodi, voltado a estudantes de ensino médio e pessoas que irão fazer ENEM/vestibular, está de portas abertas. Eles oferecem videoaulas, exercícios e correção em vídeo. Faça uma visita aqui.
  • A Faber-Castell liberou vários cursos online até o dia 19 de abril. Entre eles estão os cursos de Narrativa Visual, Desenvolvimento de Personagens, Galáxias em Aquarela e Lettering Básico e Lettering Avançado, por exemplo. Matricule-se no site oficial.
  • A Fundação Getúlio Vargas (FGV) liberou 55 cursos online gratuitos em diversas áreas, como administração, direito e matemática financeira. Todos os cursos contam com emissão de certificado e também podem ser usados como horas complementares na sua faculdade. Confira a lista aqui.
  • O SENAI liberou 12 cursos gratuitos com emissão de certificado, incluindo Desenho Arquitetônico, Educação Ambiental, Segurança do Trabalho, Finanças Pessoais, entre outros. Você pode ver a lista completa de cursos aqui.
  • O Sebrae tem mais de 30 cursos gratuitos disponíveis, sendo a maioria deles destinados à área de negócios.  Confira a lista completa aqui.
  • A Udemy (disponível em site ou aplicativo) liberou 40 cursos de programação gratuitamente. Há cursos de linguagem HTML, PHP, JavaScript, CSS, C e C++, Python, introdução ao sistema Linux, entre outros. A lista de cursos pode ser vista aqui.
  • A universidade de Harvard também liberou alguns cursos virtuais para acesso público. Repare que os cursos são gratuitos (FREE), mas para receber o certificado de conclusão você precisa pagar, caso queira. Mesmo que não pague, é uma oportunidade interessante de explorar o conteúdo. Há cursos nas áreas de Artes e Design, Ciência Ambiental, Ciências Sociais, História, Medicina, entre outros. Confira aqui.
  • A Universidade de São Paulo (USP) liberou 17 cursos online que seguem a mesma lógica de Harvard: você pode acessar o conteúdo gratuitamente e só paga se quiser emitir certificado. Confira a lista de cursos aqui. Outra universidade paulista que liberou 14 cursos online foi a UNICAMP, que oferece auxílio financeiro caso você não tenha condições de pagar pelo certificado. Veja aqui.
  • O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) está oferecendo 9 cursos gratuitos. Se você tem interesse na área, dê uma olhada aqui.
  • No site da universidade de Cambridge você pode acessar arquivos e livros da academia gratuitamente por tempo limitado. Como o site está recebendo muitos acessos, o serviço pode ficar indisponível. Clique aqui.

Visite museus sem sair de casa

Dez grandes museus liberaram suas coleções em formato digital. Visite os sites para explorar:

Louvre – Paris
https://www.louvre.fr/en/visites-en-ligne

Prado – Madrid
https://www.museodelprado.es/en/the-collection/art-works

Hermitage – São Petersburgo
https://www.hermitagemuseum.org/

Pinacoteca de Brera – Milão
https://pinacotecabrera.org/

Galeria Uffizi – Florença
https://www.uffizi.it/mostre-virtuali

Museus do Vaticano – Roma
http://www.museivaticani.va/

Museu Arqueológico – Atenas
https://www.namuseum.gr/en/collections/

Museu Britânico – Londres
https://www.britishmuseum.org/collection

Coleção da Google
https://artsandculture.google.com/explore

Galeria Nacional de Arte – Washington
https://www.nga.gov/index.html

Séries e filmes

Vários serviços de TV paga estão liberando sinais de canais que antes eram fechados. Consulte as informações da sua operadora para ver se você também terá acesso!

A Globoplay (serviço de streaming da Rede Globo) liberou acesso para alguns conteúdos, em maioria programas infantis, além de todas as temporadas de Malhação.

Na Netflix, nossa dica para quem gosta de animações é assistir aos filmes do Studio Ghibli. O serviço está adicionando todos os filmes da produtora em seu catálogo. No entanto, o serviço continua com seus planos mensais tradicionais.

Jogos e puzzles

Talvez você já conheça esses, mas são jogos simples e online para jogar com amigos e familiares:

  • Gartic: você precisa desenhar algo e as pessoas adivinham o que é. Disponível em aplicativo ou no site.
  • Stop: o famoso jogo conhecido como “adedanha”. Cada rodada tem uma letra e você precisa preencher listas com palavras que começam com essa letra. Disponível em aplicativo ou no site.
  • Among Us: você está em uma nave com 10 jogadores, sendo que 3 deles são impostores. O objetivo é descobrir quem são os impostores e jogá-los para fora da nave! Disponível como aplicativo Android, iOS e para computadores na Steam.

Também estamos preparando alguns jogos temáticos sobre twenty one pilots e conhecimentos gerais! Visite a página novamente ou acompanhe nossas redes sociais para saber quando novos puzzles e soluções estão disponíveis.

  • Palavras-cruzadas

#001: template | solução
#002: template | solução
#003: template | solução

  • Caça-palavras

#001: template | solução
#002: template | solução
#003: template | solução

  • Labirintos

#001: template | solução
#002: template | solução
#003: template | solução

Tem alguma sugestão?

Entre em contato com nossa equipe para fazer comentários sobre essa matéria, caso ache algum erro ou encontre algo que podemos adicionar aqui.

Acompanhe a MKBR nas redes sociais

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
• Canal de notícias no Telegram
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

Conheça Rosie, filha de Jenna e Tyler Joseph

Publicado por Kaline Linhares - Arquivada em Destaque

Nasceu! Hoje (21), Jenna Joseph postou em seu Instagram o primeiro vídeo de sua filha com Tyler Joseph, chamada Rosie Robert Joseph. A bebê nasceu no dia 9 de fevereiro e tem em seu nome “Robert” por causa do nome do meio de Tyler.

Tradução: “conheçam a Ro. Rosie Robert Joseph nasceu no dia 9 de fevereiro. Robert por causa do nome do meio do Tyler.”

Relembre

O casal havia anunciado a gravidez durante o show do twenty one pilots no Lollapalooza Berlim, no dia 7 de setembro de 2019. Confira o momento abaixo:

Pouco tempo depois, Jenna postou uma foto em seu Instagram, com a legenda “estamos grávidos! vamos ter uma menina! Tyler já gosta mais de tirar fotos com ela do que eu”.


Acompanhe a MKBR nas redes sociais

||-//

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box