Løcation Sessiøns: a promessa acústica

Publicado por João Vitor Alves - Arquivada em Location Sessions

Após todo o sucesso com o lançamento de Trench, twenty one pilots se prepara para o lançamento de um novo EP: o Løcation Sessiøns. Ele será uma coletânea de músicas reinventadas em versões acústicas.

Pela primeira vez, a banda lançará um álbum exclusivamente de músicas regravadas sem a presença de outro artista, como aconteceu com o TOPXMM. Quando entrevistado pelo site RADIO.COM, Tyler revelou as cinco músicas que estarão no EP: “Smithereens,” “Chlorine,” “My Blood”, “Cut My Lip” e “Ride”, sendo esta a única originalmente do álbum Blurryface.

Até agora, as únicas músicas disponibilizadas nas plataformas de streaming são “Chlorine (19.4326° N, 99.1332° W)” e “Cut My Lip (40.6782°N, 73.9442° W)”. O nome de cada uma das faixas contém as coordenadas das cidades foram originalmente gravadas, sendo que as de “Chlorine” apontam para uma praça no centro histórico da Cidade do México — na qual a banda fez um showcase privado em que tocaram quatro das cinco músicas do futuro EP —, enquanto as de “Cut My Lip” indicam o cruzamento da Avenida Brooklyn com a Atlantic, em Nova Iorque.

A versão acústica de “Chlorine” apareceu no Spotify no dia 20 de julho de 2019, mas só era possível ouvir uma prévia de 30 segundos da música, até que foi lançada a canção completa à meia-noite do dia 21. No caso de “Cut My Lip”, as informações foram vazadas depois de um cover acústico da música ter os direitos autorais reivindicados pela Warner, que usou o nome da versão acústica como conteúdo protegido pelos direitos. “Cut My Lip (40.6782°N, 73.9442° W)” foi lançada à meia-noite do dia 11 de julho.

Ouça grátis

Chlorine (19.4326° N, 99.1332° W)

Spotify | Deezer | Apple Music | Tidal | YouTube

Cut My Lip (40.6782°N, 73.9442° W)

Spotify | Deezer | Apple Music | Tidal | YouTube


O que você achou desse novo projeto dos meninos? Gostou das músicas? Conta pra nós a sua opinião nos comentários!


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
• Canal de notícias no Telegram
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

twenty one pilots lança clipe de The Hype

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em explicações

“The Hype”, a oitava faixa do álbum Trench, foi lançada como single no dia 16 de julho de 2019. No dia 26, a música ganhou um alt mix, que é uma versão editada com menos tempo de duração para ser tocada nas rádios, assim como aconteceu “Chlorine”. Você pode ouvi-la nas seguintes plataformas ou assistir ao clipe a seguir. Logo depois trazemos nossa interpretação da letra e do clipe!

The Hype (Alt Mix)

Capa do single de The Hype.

SpotifyDeezerTidal
Google PlayiTunes

A música

Escrevemos sobre todas as faixas do álbum na página do álbum na seção Letras e Teorias. Mas, caso você não tenha lido ainda, aqui vai um pedaço do que tivemos a dizer sobre “The Hype”:

Em uma entrevista para a revista Coup de Main (que você pode ler em português aqui), ele explicou bem o conceito por trás da canção: “Eu acho que nessa música em particular, eu queria voltar a… Quando eu era um pouco mais jovem, talvez até na escola, um pouco da produção daquela música me lembrou disso. Mas também, liricamente falando sobre quem eu era quando era um pouco mais jovem e o que eu gostaria de ter ouvido. Essa música está particularmente falando sobre a diferença entre uma pressão interna e uma pressão externa. Muitas das coisas sobre as quais escrevo vêm da luta com uma pressão interna, mas há aquelas pressões externas do mundo ao nosso redor que podem ser abordadas também, e essa música trata particularmente dessas de uma forma que… É simplesmente um encorajamento para continuar, para fazer as coisas que merecem ser postas de lado deixarem de ser um peso.”

Tyler já falou diversas vezes que ele fazia música no porão da casa dos pais desde sua adolescência, e foi lá que ele gravou todas as canções de seu projeto solo conhecido como “No Phun Intended”, do qual ele próprio fazia cópias e distribuía para amigos em Ohio. Ele começa “The Hype” dizendo que precisa passar por isso (o conflito entre pressões internas e externas) para não desaparecer, deixar de ser quem ele é, e que para se sentir melhor ele vai voltar ao porão e gravar esses passos. É por isso que a sonoridade da música lembra bandas como Oasis, da qual ele já declarou que é fã. Não é por acaso que muitos fãs notaram a semelhança com a famosa música “Wonderwall”, que Tyler já tocou ao vivo algumas vezes nos shows do twenty one pilots. Outra curiosidade é que o álbum Trench teve muito material gravado no estúdio próprio de Tyler construído no porão de sua nova casa, voltando às suas origens.

O clipe

O vídeo de “The Hype” não é tão enigmático quanto os da trilogia de “Jumpsuit” ou os de “My Blood” e “Chlorine”, mas algumas pessoas se sentiram confusas sobre o que a sequência de acontecimentos no clipe representa. Como de costume, não demorou para que muitos fãs desenvolvessem suas interpretações e teorias sobre tudo. Escrevemos um pouco sobre nossas primeiras impressões e outros pensamentos do Clique que vimos no Twitter e em nossos grupos.

Para começar, o vídeo foi gravado em Columbus, cidade natal de Josh e Tyler e onde a história da banda começou. Todo o clipe foi montado pensando nas mudanças mostradas com o movimento das câmeras, os momentos em que ela se aproxima ou se afasta da banda. Nesse primeiro momento, a câmera entra no peito de Tyler como se ele abrisse uma janela ali. Isso lembrou bastante aqueles versos de “Screen” (do Vessel) em que ele fala que “há uma tela” no peito dele. Ele está mostrando algo íntimo para nós, fazendo de tudo para parecer uma pessoa legal.

Também associamos isso à letra de “Chlorine”, por conta da metáfora do cravo vermelho guardado no bolso do casaco. Como explicamos em Letras e Teorias, o cravo vermelho é a flor símbolo do estado de Ohio, e o bolso do casaco que Tyler tem usado nas sessões de foto da era Trench tem bolsos no peito, o que significa que ele mantém essa flor, ou o estado de Ohio e seus fãs locais, em seu peito, perto do coração. Chamar esta flor de “rebelde”, como ele faz em “Chlorine”, pode ser uma forma de dizer que a planta não se contentou em crescer apenas em Ohio e se espalhou pelo mundo, assim como a fama do twenty one pilots.

Dentro dessa “tela”, vemos Josh e Tyler tocando sem público, dentro de casa. Momentos depois, os movimentos da câmera revelam algumas pessoas sentadas por lá, mas a maioria nem presta atenção neles. Essas cenas iniciais parecem representar os primeiros anos de carreira da banda e as eras dos álbuns Twenty One Pilots e Regional At Best. Eles já falaram, em várias entrevistas, que uma vez fizeram um show e as únicas pessoas que os assistiram foram os membros da outra banda que tocaria no lugar. Eles também já falaram que, por vezes, fizeram shows em que as pessoas não davam muita atenção a eles. Um dos lugares onde eles mais tocaram em Columbus nos primeiros anos se chama The Basement (O Porão) e tem capacidade para cerca de apenas 100 pessoas.

Tyler para de tocar e se encaminha para uma garagem, onde troca de instrumento para um mais bonito e com caixas de som maiores. Josh já está lá com sua bateria porque, lembre-se, tudo se passa no imaginário de Tyler. Tudo o que vemos é uma fantasia simbolizando o que ele quer nos mostrar. Lá, a câmera revela que algumas dezenas de pessoas estão vendo a banda com mais atenção, mas nem todas estão receptivas ou curtindo de verdade o momento, já que podemos vê-las de braços cruzados. Com mais voltas e trocas de figurino, começamos a ver mais pessoas se reunindo do lado de fora da garagem, mostrando o crescimento da atenção que a banda recebeu. Essas passagens provavelmente simbolizam as eras Vessel e Blurryface, principalmente durante os primeiros meses de divulgação, antes do estouro de “Stressed Out”, “Heathens” e “Ride”.

Depois disso, vemos Tyler subindo uma escada que dá ao acesso ao telhado da casa. Já é outro dia, e Josh, mais uma vez, já está lá com seus instrumentos. Dessa vez, o público da banda está enorme, com uma grande multidão se reunindo ao redor da casa, pulando, cantando e gritando. Vemos até mesmo uma menina segurando Ned, o adorável monstrinho do clipe de “Chlorine” que simboliza a expansão da criatividade. Além do grande público e do domínio das cores verde, marrom e amarelo, relacionamos esse momento com a Emotional Roadshow, turnê do álbum Blurryface que levou twenty one pilots a arenas por vários países, e a própria era Trench, o momento atual da banda.

Também vale a pena dizer que isso nos lembrou uma parte de “Pet Cheetah”, em que Tyler canta que a casa dele é a que tem abutres fazendo ninhos no telhado, e um verso de “Levitate”, em que ele se autodenomina um abutre que se alimenta de dor. Josh e Tyler estão no telhado como abutres que se alimentam de sofrimento e o transformam em música, algo a ser compartilhado com o mundo com um objetivo positivo. Outro lembrete é que o amarelo, símbolo da era atual, simboliza positividade e é a cor tema de várias campanhas de conscientização sobre saúde mental, tema recorrente no trabalho do twenty one pilots.

Mas quanto mais alto você vai, maior a queda. Explosões começam a acontecer ao redor de Josh e Tyler, fazendo com que Tyler despenque de volta à sala. A casa destruída e a sequência em câmera lenta desfazendo tudo isso nos lembrou bastante aquele verso de “Chlorine” em que ele pergunta se é possível construir a casa dele com pedaços. Isso representa a reconstrução do interior de Tyler durante momentos turbulentos de sua vida pessoal e profissional. Afinal, toda a música fala sobre não acreditar no “hype”, a animação espontânea e exagerada por algo que talvez não acabe sendo como as pessoas esperam. Muitas pessoas também associaram essa cena ao hiatus/pausa da banda entre as eras Blurryface e Trench. Tyler acaba a reconstrução colando um quadro na parede com a já icônica e simbólica fita adesiva amarela. (Embora o quadro tenha continuado torto, mas disfarça).

Quando a música acaba e voltamos de onde viemos, do lado de fora do peito de Tyler, vemos que Josh oferece a ele um capri sun, o famoso suquinho do clipe de “Stressed Out”, que também foi gravado em uma rua de Columbus e nas casas onde os dois cresceram, e que marcou a ascensão astronômica do twenty one pilots. É como uma maneira de dizer que ele continua ali como sempre esteve e que as coisas não mudaram tanto assim.

Enfim, “The Hype” não é sobre esquecer ou desacreditar em hits, mas sim sobre lembrar que tudo parte de um mesmo lugar sincero e verdadeiro. Tyler não quer que você goste da banda só por causa do hype, porque talvez você acabe nem gostando tanto assim. Mas se você continuar por aqui depois de descobrir mais sobre a banda e entender as raizes dos garotos de Ohio, talvez o Clique seja para você, já que ele é um lugar aberto para qualquer pessoa que se sinta parte dele.

E você, o que achou do clipe? Tem alguma interpretação ou ideia diferente? Fala pra gente nos comentários ou nas nossas redes sociais!

 

Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
Canal de notícias no Telegram
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

#TBT: Lista de itens que Tyler Joseph solicita nos bastidores

Publicado por Emily Pessoa - Arquivada em 2019

Tradução de Breno Carreiro
e Thayná Oliveira

Toda banda tocando em um grande lugar tem uma lista de itens que gostam de ter nos bastidores quando eles chegam. Algumas bandas pedem mais itens que as outras, e claro, em junho de 2016, a lista de Tyler Joseph que consiste principalmente em diferentes tipos de alimentos vazou online! É uma longa lista de comida e é bem engraçada! Confira abaixo.


twenty one pilots
Por favor, tenha os seguintes itens prontos para ir ao camarim da banda #2 do Tyler até
sexta-feira dia 17 de Junho de 2016 às 12:00

                           Para 5 pessoas
1/2 galão de leite de amêndoas orgânico
2 pacotes de água Mosun: 1 gelada e outra em temperatura ambiente
4 latas de Red Bull original geladas
6 latas de Coca-Cola clássica e de baunilha
2 garrafas de água de coco orgânica
1/2 galão de leite orgânico
Xícara de chá, tábua de cortar fornecida por entretenimento
Frutas frescas variadas incluindo laranja
2 limões inteiros
Salada de vegetais orgânicos com molho Ranch
1 caixa de cereal orgânico de granola
1 caixa de: Reese’s Puff, Cap’n Crunch, Cinnamon Toast Crunch , Waffle Crisp
1 pote pequeno de maionese orgânica
Sachê: mostarda e molho ranch e molho italiano (Geladeira)
Pote pequeno de molho picante local
1 pote com homus
2 abacates prontos para comer, não muito maduros
Bandeja de carne orgânica: peru, peru picante, presunto de mel, etc
Bandeja de queijo orgânico: suíço e cheddar
1 saco de espinafre orgânico
1 pacote de bacon cozido em micro-ondas
1 pão fresco de padaria, de massa fermentada
1 saco: Doritos de queijo nacho ou Chips de sal e vinagre
1 garrafa (16 onças ou 500ml) 70% de álcool isopropílico
1 garrafa pequena de gel de banho delicado
1 rolo de papel toalha
Pratos, toalhas de mesa, talheres


Isso é muita comida, esperamos que ele pelo menos compartilhe com o Josh!


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube 
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

Nosso site voltou! Confira todas as novidades

Publicado por Mutant Kids Brasil - Arquivada em news

Além do novo design, também tem nova galeria, novas páginas, novos vídeos legendados e mais!

Quando criamos o site da MKBR em 2014, ele ainda acabava em “wordpress.com” – onde estava hospedado – e tinha um design básico padrão do sistema. Com o tempo, compramos o nosso endereço próprio como vocês o conhecem agora, mutantkids.com.br. Conseguimos encomendar uma mudança mais radical e que ficou mais próxima do que sempre quisemos para o portal.

Todo o trabalho de transformação ficou por conta da Bruna Rafaela, da Code For Fan, que foi super dedicada e atenciosa. Algumas artes, como a nossa logo, foram editadas por nossa design Joy (Joyce Saturnino), e outras, como banners, pelo nosso publicitário Matho (Matheus Lopes), que também colaborou com a redação junto à administradora Ka (Kalinhe Linhares).

Design

O que você vai perceber logo é que a navegação agora se adapta melhor ao dispositivo que você está usando. Antes, algumas imagens e blocos de texto ficavam mal posicionados em smartphones e tablets.

Menu e mapa do site

O antigo menu não funcionava bem em smartphones e você precisava clicar em cada seção para ver as páginas dentro dela. Além disso, devido ao nosso crescente conteúdo, o menu com seções estava ficando cheio demais. Agora, reunimos páginas com conteúdos em comum em menos seções. Todas as principais páginas podem ser acessadas com apenas um clique no mapa do site (ou “footer”), que fica lá embaixo.

Guia de Trench

Antes do lançamento do álbum Trench, usamos a página Guia de Trench como um registro de todas as notícias e acontecimentos que o anteciparam. Demos uma nova função à página, reunindo conceitos e dúvidas comuns sobre o mundo criado para ambientar o disco, útil principalmente para fãs recentes ou que queiram entender melhor a história por trás dos clipes e músicas.

Letras e Teorias

Outra coisa que planejamos há muito tempo e demorou para sair do papel é a página de Letras e Teorias. Por enquanto, apenas a página do álbum Trench está no ar, mas estamos completando uma página para cada álbum, com todas as letras originais em inglês, traduções em português e explicações dos conceitos por trás de cada música, além de teorias de fãs. Para isso, estamos nos baseando em ideias elaboradas por nossa equipe, em ideias enviadas nos nossos grupos e sugestões enviadas nas nossas redes sociais, além de anotações dos colaboradores do site Genius.

Já temos algumas matérias falando detalhadamente sobre algumas músicas e vídeos, mas não sobre tudo. A seção de Letras e Teorias também irá reunir essas matérias, para você se aprofundar nas canções que quiser.

Discografia

Na nova página de Discografia, listamos todos os lançamentos da banda, incluindo eps e singles, e incluímos todos os detalhes de cada um, como créditos, mensagens do CD e informações técnicas.

Mídia

Outra seção nova é a de Mídia. Ela, em si, não traz novos conteúdos, mas serve para organizar melhor outras páginas que estavam espalhadas pelo site, como webséries, vídeos legendados, entre outras. Sempre que você quiser ver algo relacionado a estes assuntos, ou a shows, músicas, entrevistas, etc, visite a página de Mídia para ver o que tem por lá!

Webséries

A seção de webséries teve algumas atualizações para ficar compatível com a era Trench. Todas as séries já lançadas pela banda continuam disponíveis com legendas em português por lá, e em agosto começaremos a publicar os episódios da websérie Bandito Tour. Depois disso, adicionaremos alguns vídeos da era Vessel, já que ela não teve websérie em si. Anunciaremos novos vídeos nas redes sociais e sempre adicionaremos o player para novos episódios legendados na página da série.

Vídeos Legendados

Com a nova onda de regras de conteúdo de plataformas como o YouTube, muitos dos nossos vídeos legendados favoritos foram retirados do ar. Pensando nisso, estamos planejando alternativas para que você possa assistir a esses vídeos em outras plataformas. A página de vídeos legendados será constantemente atualizada com vídeos que não estão mais disponíveis no YouTube. Dê sempre uma olhada para ver o que tem por lá, e se sentir falta de algo, peça para a gente que ouviremos!

FAQ

A página de perguntas frequentes está sendo atualizada com mais perguntas, incluindo algumas que foram enviadas por vocês no nosso Curious Cat. Com isso damos mais um passo para que o portal dê mais autonomia aos fãs para pesquisarem e descobrirem tudo o que precisam quando quiserem.

Charts

Fizemos algumas mudanças em todas as páginas da seção de CHARTS, para que os dados ficassem mais atuais. A página de Premiações por exemplo, está mais completa do que nunca listando mais de 100 indicações que a banda já recebeu em diferentes cerimônias.

Mais páginas atualizadas

Também atualizamos os textos de diversas páginas que não eram editadas há algum tempo, como a que conta a História da banda e a dos Integrantes, a biografia de Josh e de Tyler e a página de Videografia com todos os clipes já lançados pela banda.

Cliqueniques

A gente prometeu mais encontros e é isso que estamos organizando: julho de 2019 vai ser o mês com a maior quantidade de encontros de fãs no Brasil até hoje! Já temos 8 Cliqueniques agendados. Caso você não saiba, é assim que chamamos os nossos piqueniques, feitos geralmente em praças ou parques públicos e shoppings. Também levamos em consideração que nem todos podem ir às capitais e começamos a marcar encontros em outras regiões dos estados na lista. Se você tiver um grupo de amigos do Clique e quiser nossa ajuda para divulgar um encontro, ou acredita que sua região seria um bom local para receber um Cliquenique, entre em contato com a gente nas nossas páginas que conversaremos!

Visite a página Cliqueniques para conferir informações sobre todos os que já aconteceram e os próximos que estão agendados.

Jogos MKBR

Os Jogos MKBR são parte das nossas comemorações de aniversário do portal. A primeira edição aconteceu em 2016, a segunda em 2017, e depois de uma pausa em 2018, voltaremos com uma nova edição neste ano! Mas dessa vez o evento vai acontecer em dezembro, e não em setembro. Isso porque em setembro a maioria dos participantes ainda está estudando/trabalhando, e também por conta do ENEM. Fazer os jogos em dezembro coincide com as férias de verão.

Os jogos são organizados pela internet. Dividimos os jogadores em times e damos tarefas e enigmas para serem resolvidos valendo pontos. O time com mais pontos no fim vence. Em setembro, começaremos a postar conteúdo temático em uma página especial, para já irmos entrando no clima. Em novembro, abriremos as inscrições, faremos o sorteio dos times e daremos mais informações. A edição III será diferente das anteriores, mas por enquanto é tudo segredo. 👀


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube 
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

twenty one pilots lança concurso em parceria com Adobe

Publicado por João Vitor Alves - Arquivada em

Em parceria com Adobe, twenty one pilots está lançando um novo concurso, onde fãs apenas americanos e maiores de idade podem participar e ganhar diversos prêmios.

Com o nome de twenty one pilots Spark Creative Challenge, ele estará aberto de 23 de julho a 12 de agosto de 2019. As pessoas que quiserem entrar precisam fazer o download do conteúdo exclusivo de shows disponibilizado pela banda e editar o conteúdo com o aplicativo Adobe Spark Post App.

Depois de fazerem isso, os fãs precisam postar a foto marcando o perfil @adobecreativecloud no Instagram ou @creativecloud no Twitter.

Foi reforçado que as pessoas precisam usar trechos de músicas da banda como adesivos (disponibilizados no aplicativo), além de usarem as hashtags #AdobeSpXTOP #Contest em suas postagens, independente da rede social que usarem para participar.

Confira os prêmios: o primeiro colocado ganha dois ingressos do show do dia 02/11, que vai acontecer em Anaheim, Califórnia, um ano da assinatura Adobe Creative Cloud e um meet & greet com Tyler e Josh, além de um pôster autografado pelos dois e passagem de ida e volta para o aeroporto mais próximo ao show.

Além disso, hotel para duas pessoas e cartão pré-pago de U$$ 200 para ser usado no transporte local. As outras pessoas que ocuparem os cinco primeiros lugares ganham um pôster autografado pela banda e três meses de Adobe Creative Cloud.

Você pode ver as mídias já postadas pelos competidores através desse link.


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
• Canal de notícias no Telegram
• Galeria de fotos
• Grupo de fãs no Facebook

twenty one pilots é indicado ao VMA 2019

Publicado por Kaline Linhares - Arquivada em MTV

A MTV divulgou hoje (23) a lista dos indicados ao Video Music Awards, e twenty one pilots está concorrendo mais uma vez, agora na categoria “Best Rock” (Melhor Rock) com o clipe de “My Blood”.

Os indicados na categoria Best Rock são:

  1. The 1975 – Love It If We Made It
  2. Fall Out Boy – Bishops Knife Trick
  3. Imagine Dragons – Natural
  4. Lenny Kravitz – Low
  5. Panic! At The Disco – High Hopes
  6. twenty one pilots – My Blood

A votação é aberta ao público e é preciso fazer login no site do VMA, por e-mail, Twitter ou conta do Google. É possível votar 10 vezes em cada categoria. Ao adicionar os 10 votos (clicando no + embaixo da foto do artista), aparecerá a mensagem “you have allocated all 10 votes for this category”, então basta clicar em “submit” para confirmar. Não é preciso votar em todas as categorias para contar.

Nas redes sociais, Trent Culkin e Dashiell Connery, atores que participaram do clipe, comemoraram a indicação, bem como o diretor, Tim Mattia.

A cerimônia da premiação acontece no dia 26 de agosto, e ainda não sabemos se a banda irá comparecer, já que tem show no dia 25 no Reino Unido e não gostam muito de premiações.

O clipe

Lançado no dia 5 de outubro de 2018, “My Blood” é diferente de todos os outros vídeos do twenty one pilots. Nesse, Tyler Joseph e Josh Dun nem aparecem – dando espaço aos atores Trent e Dash para contarem a história. Essa história não tem nada a ver com o universo de Trench, focando apenas em dois personagens e sua união.

Leia mais sobre nossa interpretação do vídeo aqui e o conceito da música aqui.

Ao comemorar a indicação no Instagram, Tim Mattia postou também os créditos do clipe. Confira:

Estrelando // Trent Culkin e Dashiell Connery, + Bobby Coyote
Diretor // Tim Mattia
Produtor // Jenn Mick0
EP // Brandon Bonfiglio, Luga Podesta e Andrew Lerios
Companhia de Produção // London Alley
Representante dos diretores // LABUDA
Assistente do Diretor // Rona Liana
Cineasta // Doug Porter
Primeiro Assistente de Câmera // Santiago Garcia
Aperto de chave¹ // Shaimus

Edição // Jen Kennedy, Lalim Edit
Gerente de Produção // Kai Lusk
Comissário // Mandee Mallonee
Diretor de Arte // Jason Mark Lombardo
Arte // Zachary Zachary,  Clayton Craw, Amanda Salazar e Halley Davis
Técnico de iluminação // Ionel Diaconescu
Cabelo e maquiagem // Maxi e Lizzy
Figurino // Dawn Ritz
Seleção de elenco // Kasia – Hollywood Hot Dog
Correção de cor // Marsh Camp e Olio Creativ
Post para London Alley // Ivan Ovalle, Brock Humphrey e Eric Wysocki
Post // GloriaFX
Gravadora // Elektra Records
Câmera // ARRI Rental

¹O aperto de chave supervisiona todas as equipes (de iluminação e equipamentos) e reporta-se ao diretor de fotografia.

Outras edições

Essa é a terceira vez que twenty one pilots é indicado ao VMA, tendo concorrido pela primeira vez em 2013 na categoria Artist to Watch, que premia vídeo de novos artistas com potencial de ascensão, com o vídeo de “Holding On To You”. Eles perderam para Austin Mahone.

Em 2016, foi a vez de concorrer ao prêmio na categoria “Best Rock Video” (Melhor Vídeo de Rock) com o clipe de “Heathens”. Eles enfrentavam Fall Out Boy, Coldplay, All Time Low e Panic! At The Disco, mas foi o duo que levou o astronauta de prata para casa.


Acompanhe a MKBR para mais novidades!

• Facebook
• Twitter
• Instagram
• Canal no YouTube
Canal de notícias no Telegram
• Grupo de fãs no Facebook

Comunicado

Por decisão unânime, a equipe da Mutant Kids Brasil decidiu dar uma pausa indeterminada nas atividades do portal.

No dia 02 de setembro de 2020, Tyler Joseph demonstrou indiferença a causas sociais que são importantes para nós e por isso não nos sentimos mais confortáveis em continuar o nosso trabalho de cobrir a banda twenty one pilots.

Depois de meses recebendo mensagens de fãs pedindo que ele se posicionasse em suas plataformas digitais em relação a tópicos importantes, como o movimento Vidas Negras Importam nos EUA e a crescente onda de homofobia na Europa, Tyler publicou uma foto usando tênis de plataforma (salto) como piada, dizendo que estava sim usando sua plataforma.

Horas depois de causar controvérsia, ele começou a falar sobre saúde mental, dizendo que é essa a sua causa, e que ele já carrega peso demais, mas que admira quem batalha por outras causas.

Não é a primeira vez que ele diz algo assim. Em 2016, quando o casamento homoafetivo foi enfim legalizado nos EUA (país onde Tyler mora), ele ficou em silêncio. Ao ser perguntado sobre o que ele achava, Tyler publicou uma mensagem dizendo que não havia postado sobre isso porque "qualquer outra causa, não importa o quão nobre seja, torna-se um peso grande demais para carregar". Ele pediu paciência até que um dia ele "consiga carregar mais peso".

Isso nos leva a concluir que Tyler ainda não aprendeu a carregar o "peso" que nós somos, 4 anos depois. Não sabemos se faz sentido dedicar nosso tempo e energia a alguém que nos enxerga desta forma. A impressão que temos é que as nossas batalhas não são as mesmas, como ele dizia. E isso nos magoa.

Não achamos que todas as celebridades são obrigadas a se posicionar sobre tudo. Mas acreditamos que as pautas sobre identidade estão diretamente ligadas à saúde mental, base sobre a qual a banda construiu sua carreira. Tyler mencionou dados sobre depressão e suicídio, por exemplo, mas ele não olha mais fundo na questão. Há diversos estudos que relacionam esses males ao preconceito que pessoas negras e LGBTQ+ sofrem. É preciso enxergar os fãs.

Não estamos publicando esse texto como uma tentativa de convencer vocês a pensarem como nós. Assim como muitos defendem a opção de Tyler de não se pronunciar, esperamos que entendam a nossa perspectiva. Nossa equipe é e sempre foi diversa, com contribuição de pessoas de diferentes estados, grupos sociais, gêneros, sexualidade, religião e posicionamento político. Infelizmente, não nos sentimentos tão acolhidos pela banda como antigamente, e assim como diversos outros portais pelo mundo estamos tomando essa decisão.

O site, as redes sociais e o canal no YouTube continuarão no ar para quem quiser conferir o conteúdo que publicamos sobre a banda desde 2014.

Holler Box